APRESENTAÇÃO

Um museu é, “uma instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para educação e deleite da sociedade”.
A ideia de  marca-passo foi desenvolvido em 1930 por A.S. Hyman, que reanimou um coração com impulsos elétricos conduzidos para dentro da caixa torácica por meio de uma agulha. Por encomenda do cirurgião Ake Senning, o sueco Rune Elmqvist desenvolveu, em 1958, um marca-passo implantável sob a pele.
No dia 8 de outubro de 1958 o equipamento foi implantado em Arne Larsson, começou então a era dos marca-passos, que já salvou a vida de milhões de pessoas.
Os aparelhos apresentados fazem parte da coletânea do Dr. Celso Salgado de Melo, que retrata o desenvolvimento da estimulação cardíaca artificial. O Dr. Celso sempre foi laborioso empreendedor em prol desse acervo, buscando, catalogando e apresentando em vários eventos onde o Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (D.E.C.A.) estava presente.
Coube ao D.E.C.A. organizar e arquivar essas peças permitindo o acesso permanente a esse museu virtual, que poderá ser visualizado em todo o mundo, revertendo em real proveito cultural para o público.
Esperamos manter a memória da estimulação cardíaca artificial, não só no Brasil, mas também no mundo, ajudando os estudantes e profissionais de saúde em geral a compreender o enorme avanço que essa área da medicina obteve. Aqui se percebe claramente o envolvimento não só de médicos, mas de todos aqueles que buscavam soluções para um grave problema que afligia a nossa sociedade, e esse esforço de engenheiros, físicos, paramédicos e de vários profissionais, permitiu salvar e dar qualidade de vida a muitos enfermos.
DECA, pioneiro na estimulação cardíaca no Brasil!

Wilson Lopes Pereira
Presidente do DECA
2011 – 2012

Comments are closed.