Avaliação diagnóstica da insuficiência autonômica

A síncope postural é uma perda transitória da consciência secundária à redução do fluxo sanguíneo cerebral e normalmente ocorre durante a ortostase. Transtornos do controle da homeostase circulatória são frequentemente incapacitantes e de difícil tratamento. O reconhecimento dos vários subgrupos de insuficiência autonômica é útil na definição do tratamento mais apropriado da desordem específica do paciente. Em conjunto com a síncope reflexa, a hipotensão ortostática (por insuficiência autonômica ou secundária a uma afecção crônica) responde pelas principais categorias fisiopatológicas de síncope postural. A incapacidade de identificar a causa subjacente da síncope pode resultar em aumento da morbidade, redução da qualidade de vida e aumento dos custos com os cuidados de saúde. Uma história clínica direcionada, associada a exame físico e eletrocardiografia, pode diagnosticar a maioria dos transtornos de controle circulatório. Em casos mais complexos, a análise do sistema nervoso simpático e as respostas circulatórias durante o teste de inclinação podem auxiliar no diagnóstico diferencial.

Leave A Comment

×

×

×

×

×
Gabarito

gabarito

×